JVF Empreendimentos Imobiliários

Blog

Por que investir em imóveis é bom? Te ajudamos a descobrir

Compartilhe
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Investir em imóveis é um negócio que se mantém estável ao longo dos anos, sendo considerado um dos investimentos mais tradicionais e lucrativos do mercado financeiro.

Os motivos que fazem do investimento em imóveis ser um bom negócio são muitos. Geralmente, o investimento no mercado imobiliário significa segurança e possibilidade de valorização, já que, com o tempo, os imóveis mantém seu preço ou aumentam.

Você certamente já ouviu a história de alguém que comprou um terreno por uma bagatela e depois a área se valorizou e conseguiu ser vendida por uma quantia 10 vezes maior? Acredite. Isso acontece com muita frequência.

Isso quer dizer, que a possibilidade de ter prejuízos no investimento em imóveis é muito baixa. Na pior das hipóteses, você consegue de volta o valor que investiu.

Confira 8 motivos que vão fazer você querer investir em imóveis:

1. Possibilidade de renda passiva vitalícia

Os imóveis são uma ótima fonte de renda passiva, caso sejam bem administrados e bem escolhidos na hora da compra.
Já imaginou em ter uma renda fixa todo mês sem precisar fazer nada? Muitas pessoas possuem essa renda passiva de aluguel de imóveis.

A demanda por aluguel de imóveis sempre vai existir. Isso se deve, ao déficit habitacional brasileiro, ou seja, há mais pessoas procurando habitações do que moradias disponíveis.
Estima-se que o déficit habitacional no Brasil seja de mais de 7 milhões de moradias. Tendo em vista que a população está em constante crescimento e que a procura de moradias só aumenta.

Assim, sempre haverá pessoas buscando alugar imóveis, seja para moradia ou trabalho.
Por isso, ao escolher um imóvel para investir com sabedoria, você poderá deter uma renda passiva por toda sua vida e ainda passar para outras gerações.
Para não ter prejuízos e ganho certo, estude bastante a área que deseja adquirir o imóvel e o perfil de pessoas que possam se interessar por ele.

2. O retorno do investimento em imóveis é maior do que a caderneta de poupança

A poupança é uma aplicação das mais antigas do sistema capitalista. Ao longo dos anos, a aplicação da caderneta de poupança pouco mudou, se tornando um tipo de investimento estagnado.
O rendimento da poupança será inferior às taxas de juros médias do ano, sendo um negócio muito desinteressante quando você faz um investimento de baixo valor.

Outro ponto, é que a segurança da poupança de limita a R$ 250 mil, que é tido como um investimento entre médio e alto.

Caso o banco entre em falência, a quantia devolvida será de até R$ 150 mil.

Por isso, a poupança só é interessante como uma forma de juntar dinheiro. Nesta perspectiva, a segurança e os rendimentos dos investimentos em imóveis compensam muito mais.

3. Possibilidade de diversificação nos investimento

O investimento em imóveis está sempre entre as escolhas daqueles que querem diversificar os investimentos.
Se você deseja ter investimentos com mais liquidez, ou seja, em que você pode ter acesso ao seu capital com maior facilidade, pode investir parte de seu patrimônio na renda fixa, poupança e ações, por exemplo.

Contudo, se investir parte do seu patrimônio em imóveis, irá diversificar sua renda, diminuindo assim os riscos de ser um investidor. Ou seja, os imóveis sempre serão um porto seguro de seu capital.

Além do mais, no momento que precisar de dinheiro, pode colocar seu imóvel à venda e conseguir a quantia deseja.

Com a possibilidade de financiamentos, a vendas de imóveis se tornam mais fáceis e os proprietários recebem o valor do imóvel rapidamente, sem muita burocracia. O processo pode ser realizado a partir de uma corretora.

4. Segurança de investimento

Os imóveis são tidos como um dos investimentos mais seguros, pois tendem a se valorizar ao longo dos anos.
Mesmo diante das crises financeiras, onde os preços do mercado imobiliário podem sofrer oscilações, os imóveis sempre acabam recuperando seu valor e sua tendência de valorização.
Outro ponto importante, é que os imóveis estão imunes às quebras de banco e não podem ser congelados pelo governo como a poupança. Sendo assim, um investimento estável.

Trata-se de um patrimônio físico, que você pode ver e tocar. Além do mais, as leis brasileiras preveem o direito à propriedade como uma garantia constitucional.
Isto é, o imóvel é um bem durável, que ninguém pode lhe tirar. Sendo um patrimônio que, caso você não deseje se desfazer, será eterno e passado por gerações.

Assim, o investimento em imóveis se constitui em um investimento pensado para seu futuro e o futuro da sua família.

Podendo até mesmo se constituir uma fonte de renda em sua aposentadoria, além da previdência oficial do INSS e dos planos de previdência privada.

5. Possibilidade de aumento do patrimônio

Você já ouviu falar que dinheiro gera dinheiro?

Essa máxima é realmente verdadeira, pois ao investir seu capital em imóveis, com os rendimentos obtidos você pode adquirir outros imóveis.
Com o passar do tempo, você terá a possibilidade de criar um ciclo de rendimentos constantes, aumentando seu patrimônio a partir da renda gerada pelo mesmo. Não é demais?
E você pode diversificar o perfil de seus imóveis, como por exemplo: imóveis para moradia, imóveis para ponto comercial, imóveis de praia e etc.

6. Os imóveis são protegidos da inflação

Todas as transações pertencentes ao mercado imobiliário, como valor das parcelas de um financiamento, valor de aluguel e outros pagamentos são atualizadas pelo índice Nacional de Construção Civil (INCC), que é um tipo de índice de inflação de preços do setor da construção civil.
Dessa forma, ao investir em imóveis, você estará protegendo de forma direta o poder de compra de seu dinheiro.

7. Possibilidade de sair do aluguel

A casa própria é tida como muito importante para a maioria das pessoas, sendo uma meta patrimonial a ser alcançada.

Assim, um dos principais motivos para investir em imóveis é a possibilidade de sair do aluguel.

Pagar aluguel é como se fosse um “dinheiro perdido”, pois é uma quantia de seu orçamento que você não terá um retorno em longo prazo, e apenas atende uma necessidade imediata de moradia.
O mesmo não acontece se você pagar o financiamento de um imóvel, por exemplo, pois no fim do financiamento o imóvel será seu patrimônio.

8. É possível investir em imóveis com pouco dinheiro

Você não precisa ter o valor integral do imóvel para começar o investimento.
Para comprar um imóvel na planta, por exemplo, precisa dar de entrada de 20% a 30% do valor, que pode ser parcelado em até 48 meses e financiar o restante.

Quando este imóvel for entregue, a valorização pode chegar de 20% a 50%. Dessa forma, se você vender o imóvel que comprou na planta quando estiver pronto, já terá um retorno de seu investimento.

O fato de estar adquirindo uma construção nova e moderna, a localização do imóvel que você está comprando na planta, a disponibilização de área de lazer completa, segurança, vagas na garagem e dentre outros fatores, valorizam ainda mais a venda o imóvel quando ele estiver pronto.

A compra de um imóvel na planta se constitui em um investimento de maior risco, devido à possibilidade de atrasos ou até mesmo de a construtora não entregar o imóvel.

Por isso, antes de optar por este tipo de investimento, pesquise bastante sobre a construtora responsável pela entrega.

A JVF Empreendimentos é uma construtora que tem como uma das suas principais características justamente a entrega dos seus apartamento no tempo que foi acordado, diferente da maioria das construtoras, que geralmente atrasam suas entregas.

Seja para morar ou para conseguir uma renda extra, investir em imóveis é sempre uma ótima opção. Pense nisso!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta