JVF Empreendimentos Imobiliários

Blog

Como fazer um controle financeiro familiar

controle financeiro
Compartilhe
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Você quer comprar um apartamento, mas não sabe por onde começar? O controle financeiro é o primeiro passo para quem quer comprar imóveis e não ter problemas com dívidas no futuro

Fazer um planejamento financeiro e manter as finanças organizadas pode ser uma tarefa bastante difícil, em especial porque envolve os ganhos e gastos de toda a família. Para fazer o controle financeiro é necessário ter organização, disciplina e comprometimento.

Este planejamento dá uma visão mais ampla do orçamento familiar, fazendo com que haja o corte de gastos desnecessários, o que leva a uma economia considerável para a compra da casa própria.

A seguir, confira 10 dicas para fazer um controle financeiro eficiente;

1. Faça um levantamento de todas as despesas

Este certamente é o primeiro passo para começar o planejamento financeiro: conhecer e visualizar claramente todas as despesas de sua casa.

Faça um registro de todos os gastos de sua família e a forma e frequência com que as despesas são pagas. Você pode fazer isso anotando em um caderno, em uma planilha no Excel ou em aplicativos para dispositivos móveis dedicados para o controle do orçamento.

Todos os gastos devem ser listados, até mesmo aqueles que parecem insignificantes, mas que no final de um ano podem fazer diferença no orçamento.

É preciso ainda fazer previsões anuais para não levar sustos e ter o orçamento abalado quando chegar dívidas como o IPTU e IPVA.

Após listar todos os seus gastos, coloque também a renda familiar. É essencial listar sua receita para que, em hipótese alguma, se gaste mais do que se ganha, pois fazendo isso você estará comprometendo sua saúde financeira.

Fazendo isso, você estará preparado para a próxima etapa do controle financeiro.

2. Estabelecendo prioridades

Com os gastos e ganhos todos listados, será possível ter uma maior visão das despesas que são realmente necessárias e os gastos que são supérfluos e podem ser cortados para enxugar o planejamento.

Além disso, se você identificar que possui muitas coisas dispensáveis em sua casa, como roupas, eletroeletrônicos, equipamentos e etc., uma boa opção é colocar à venda em um bazar ou em portais de venda na internet para conseguir um dinheiro extra e fortalecer o orçamento.

3. Envolva todos dos membros da família no planejamento

É imprescindível que todos os membros da família participem do planejamento e se envolvam no controle financeiro.

É preciso haver a consciência que todos são responsáveis por um objetivo maior: a compra do imóvel, que irá beneficiar a todos. Assim, não irá adiantar se apenas um integrante da familiar fizer contenção de gastos e outros não.

4. Crie uma reserva financeira

O controle financeiro irá permitir que você construa uma reserva financeira, que pode ser usado em caso de imprevistos, como gastos com doenças, desemprego, reformas inesperadas, pagamento de conserto de carro e etc.

A reserva financeira para ser usada em caso de emergência deve fazer parte do planejamento financeiro, pois essa é uma precaução para que o orçamento não entre no vermelho em caso de emergências.

O ideal é destinar 10% dos ganhos mensais para esse fundo de reserva e fazer disso uma prioridade, pois está economia mensal está ligada ao controle dos gastos e pode ajudar sua família a alcançar metas.

Além disso, a economia feita mensalmente também pode ser usada para dar entrada no financiamento de um imóvel, levando em consideração que quanto maior o valor da entrada, melhores são as condições de financiamento e menores as taxas de juros.

5. Faça a renegociação das dívidas

Se você deseja fazer a compra de um apartamento, deve regularizar sua situação perante aos serviços de crédito e renegociar condições para quitar as dívidas. O principal motivo para isso é que ter um nome limpo é fundamental para qualquer tipo de financiamento.

Certamente, os juros correntes em dívidas são maiores que o rendimento da poupança. Assim, se você tem um capital guardado e paga juros de atrasos de dívidas está perdendo dinheiro.

Por isso, a melhor opção é sempre fazer a regularização das dívidas antes de começar a poupar e com o planejamento financeiro feito, você terá condições de fazer o pagamento das dívidas sem comprometer o orçamento.

6. Tenha uma meta real

O controle financeiro é usado para quem possui objetivos e metas a serem alcançadas. Nesta perspectiva, é essencial que você estabeleça as conquistas em curto e longo prazo para seu planejamento e criar estratégias para que essas ações sejam cumpridas.

Se você está planejando a compra de um apartamento, é preciso ter uma media do valor do imóvel que deseja e direcionar o planejamento financeiro para que essa meta seja cumprida.

Por isso, faça a pesquisa de imóveis que atendem às necessidades de sua família e se informe sobre as condições de financiamento e entrada. Assim, é possível ter um objetivo plausível de se trabalhar para concretizar seu sonho.

7. Faça verificações constantes em seu extrato bancário

Atualmente, com as facilidades digitais que os bancos oferecem é possível acompanhar pelo Internet Banking e até mesmo por aplicativos de celular o extrato bancário e gastos no cartão de crédito diariamente.

Esta consulta vai fazer com que você tenha o controle se está seguindo ou não o planejamento financeiro.

8. Aprenda sobre educação financeira

A educação financeira não diz respeito somente a aprender a economizar, mas também a como fazer o dinheiro que você economiza render mais.

Fazer o dinheiro que você poupa render, pode ser um ótimo caminho para que se alcance mais rapidamente a compra de um imóvel.

Assim, estude sobre as possibilidades de investimentos financeiros que podem ser melhores que a poupança e com baixo risco, como os Certificados de Depósito Bancário (CDB) e Tesouro Selic.

Se estiver em dúvida sobre qual a melhor opção de investimento para o seu perfil, busque a assessoria de um profissional na área financeira.

9. Faça comparações de preços

Ao fazer seu planejamento financeiro, você deve ir em buscas de fazer economia e baixar o valor dos itens que não pode cortar do orçamento.

Assim, fazer a comparação de preços é fundamental para que você consiga poupar ainda mais.

Antes de comprar algo, verifique o preço em outras lojas em busca da redução de valores. Essa dica é muito útil no momento de fazer o supermercado do mês.

Outra dica importante é que no momento em que achar que precisa comprar algo, anote e espere cerca de dois meses para fazer a compra. Esse é o tempo que você faz a pesquisa de preço e reavalia se realmente precisa fazer essa compra ou se não é algo supérfluo.

10. Opte pelo pagamento à vista quando tiver desconto

Dinheiro na mão sempre é sinônimo de desconto. Por isso, quando possível, sempre opte por essa opção para conseguir melhores preços e não se comprometer com parcelas no cartão de crédito.

O cartão de crédito deve ser usado, preferencialmente, quando apresentar benefícios, como o acumulo de milhas e descontos.
Se você tem planos de comprar um apartamento, saiba que o controle de finanças é uma das ferramentas mais eficaz na hora de poupar o dinheiro necessário para dar início ao financiamento de um imóvel.

Quer uma ajuda nesse processo? Utilize nossa calculadora de financiamento e veja o que precisa!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta