JVF Empreendimentos Imobiliários

Blog

Comprar um Imóvel: Dicas para não ter problemas no futuro

Compartilhe
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Comprar um imóvel é sempre um momento especial e definitivo na vida de uma pessoa. O imóvel próprio é a realização de um sonho de adquirir um bem durável que será seu e de sua família por gerações.

Por isso, comprar um imóvel deve ser um momento de felicidade. Mas, se você não tomar alguns cuidados, pode se tornar um aborrecimento e dor de cabeça.

Isso porque, a compra de um imóvel é uma transação que envolve um investimento alto. Dessa forma, se for feita de forma desatenta, pode ocasionar problemas no orçamento.

Para que nenhuma situação desagradável ocorra quando você comprar um imóvel, listamos algumas dicas imprescindíveis para não ter nenhum problema.

Confira 10 dicas para comprar um imóvel:

1. Pesquise muito antes de fechar qualquer negócio

Antes de comprar um imóvel, você deve fazer muitas pesquisas e, de forma alguma, comprar por impulso. Muitas ofertas podem parecer tentadora a primeira vista, mas acabam se revelando verdadeiras ciladas.

Pesquisar todos os aspectos de uma compra fará com que você tenha certeza do investimento que está fazendo. Além disso, ao ter paciência e visão aguçada, é possível economizar um bom dinheiro.

Para ter mais segurança na compra de um imóvel, conte sempre com a ajuda de um profissional especializado em imóveis. E também, por conta própria, faça pesquisas em classificados e portais imobiliários.
Se for comprar um imóvel na planta, pesquise sobre a reputação da imobiliária e se esta empresa tem problemas em relação à entrega.

Manter-se informado, fará com que ninguém lhe passe para trás.

2. Achou o imóvel perfeito? Faça uma análise detalhada do mesmo

Você já fez todas as pesquisas possíveis e achou o imóvel ideal. Essa é a hora de você passar um “pente fino” no imóvel antes de comprar.

Uma vistoria detalhada no imóvel antes de fechar o negócio é essencial.

A parte elétrica, as tubulações, esgoto e estrutura da casa merecem atenção. Caso algo esteja errado nesses aspectos, poderá ocasionar uma grande dor de cabeça.

Verifique ainda a vizinhança em diferentes horários e dias da semana, analise se questões como barulho, acesso de transporte e infraestrutura do bairro está de acordo com o que você deseja.

É importante que se seja feita uma análise em dias da semana diferente, pois é possível que haja mudança de perfil de acordo com horário e dia da semana.

Observe também a incidência do sol, a iluminação e ventilação. Isso é muito importante para o conforto na sua futura moradia.

3. Faça comparação entre os financiamentos e veja se está de acordo com seu orçamento

Este ponto é importantíssimo. Não é raro que as pessoas que compram imóveis acabem se enrolando com o financiamento e, em casos mais graves, é preciso devolver o imóvel.

Assim, é imprescindível que você conheça os detalhes e características do financiamento que irá usar para pagar seu imóvel.

Cada tipo de financiamento possui suas especificidades, em relação às taxas, juros, prazo e benefícios.

Faça simulações em todos os bancos para encontrar as melhores taxas de juros e faça também um planejamento de seu orçamento para minimizar os riscos de se enrolar e adquirir dívidas.

Fazendo isso, comprar um imóvel, certamente, será um processo tranquilo e sem surpresas.

4. Consulte se o imóvel que você irá comprar possui dívidas

Quando você compra um imóvel, todas as dívidas que ele possui passam a ser sua. Isso, certamente, pode fazer com que o valor final do imóvel se eleve.

Por isso, verifique detalhadamente antes da compra se há antigas dívidas do antigo proprietário, como IPTU e taxa de condomínio, por exemplo.

Exija as certidões negativas de débitos antes de assinar o contrato.

É importante que você conte com a ajuda de um advogado nesse processo.

5. Atente para a taxa de corretagem

A taxa de corretagem é em média 6% do valor total do imóvel.

No entanto, acaba sendo apontada como se fosse um sinal de compra para o apartamento. O que é um erro.

O sinal que você dar ao comprar um imóvel irá ser abatido no valor total do pagamento.

Ao contrário da taxa de corretagem, que é uma despesa extra.

6. Faça um planejamento financeiro antes de dar esse grande passo

Após fazer a compra de um imóvel a partir de financiamento, o comprador está se comprometendo a devolver a quantia do financiamento em parcelas que são fixadas pela instituição financeira escolhida.

No entanto, estamos vivendo em um momento de crise econômica.

Assim, em situação de desemprego ou outro imprevisto, você pode acabar ficando sem ter como pagar a dívida.

Um bom planejamento financeiro irá fazer com que você tenha uma maior segurança de não passar aperto.

O planejamento deve incluir todos os seus ganhos, despesas físicas e incluir também a possibilidade de imprevistos.

Se possível, tenha uma reserva de dinheiro que compreenda pelo menos três meses em parcelas do financiamento para que se haja algum imprevisto, você tenha tempo de resolver.

Caso você tenha uma economia para dar entrada no imóvel, também facilitará na hora do financiamento, pois quanto maior a entrada no imóvel, menor será o número de parcelas e a taxa de juros que você irá pagar.

7. Conte com ajuda de um profissional capacitado

Ter uma consultoria para comprar um imóvel é essencial.

Esta ajuda profissional faz com que toda a operação fique mais rápida e fácil para o comprador. Isso porque, os profissionais possuem experiência no ramo imobiliário.

Uma consultoria também ajuda na hora do financiamento e para lidar com os trâmites burocráticos exigidos pela entidade financeira que irá prover a quantia necessária.

8. Verifique se a pessoa que está vendendo o imóvel é mesmo o proprietário

Infelizmente, muitos golpes são dados dessa maneira quando uma pessoa se passa por proprietário do imóvel sem ser.

Por isso, sempre exija os documentos originais e, pessoalmente, tire uma cópia atualizada da matrícula do imóvel juntamente com a certidão de ônus no Cartório de Registro.

Você pagará uma pequena taxa por isso, mas terá certeza de que está fechando um negócio idôneo.

9. Cheque se o imóvel pode mesmo ser vendido

Há situações em que o dono do imóvel não pode vendê-lo.

Se isso acontecer, a venda pode ser anulada pela justiça e você acabará no prejuízo.

Por exemplo, caso o imóvel seja garantia para o pagamento de alguma dívida, ele não pode ser vendido.

Verifique se a esposa ou marido do proprietário concorda com a venda, pois no caso de uma separação iminente, é possível que uma das partes coloque o imóvel à venda sem que a outra fique sabendo.

O mesmo pode acontecer se um dos herdeiros colocar o imóvel a venda sem que os outros estejam informados.

Em ambos os casos, a venda pode ser anulada pela justiça. Por isso, o que falamos no tópico anterior em solicitar a matrícula com a certidão de ônus do imóvel é essencial.

10. Verifique se o corretor está mesmo autorizado pelo proprietário a fazer negociações

Os golpes com falsos corretores estão se tornando cada vez mais comum.

Por isso, sempre pergunte o CRECI do corretor e faça a verificação no Conselho Regional de Corretores de Imóveis do seu estado. Isso evitará com que você caia em golpes de pessoas de má índole.

Seguindo essas dicas, certamente você estará reduzindo os riscos de ter dor de cabeça na hora de comprar um imóvel e dar esse passo tão importante para você e sua família.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta